Buscar

Influenza H3N2 - É importante saber

Como distinguir, como prevenir, sintomas O surto de Influenza A - H3N2, a cepa predominante na mais recente temporada de gripe no hemisfério norte, tem levado muitas pessoas vacinadas, a pensar que contraíram o coronavírus, quando, na verdade, estão gripadas.

Eduardo Sprinz, chefe do Serviço de Infectologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e responsável pelo estudo da vacina de Oxford no RS, informa:

"Ambas são causas de síndrome respiratória aguda. Na maioria dos casos de influenza, os sintomas são mais abruptos e na comparação entre as duas, pessoas com covid podem apresentar alterações não usuais tais como paladar e olfato alterados e diarreia. O diagnóstico de certeza, contudo, é obtido com testes moleculares específicos, mas precisamos lembrar que outros vírus podem também entrar no diagnóstico diferencial, tal como vírus respiratóriosincicial".


Fique atento aos sintomas.

Segundo a Fiocruz é importante procurar assistência médica se identificar os seguintes sinais de gravidade:

- Falta de ar e dificuldade para respirar;

- Dor ou pressão no peito ou estômago;

- Sinais de desidratação, como tonturas ao ficar de pé ou não urinar;

- Confusão mental.

E a prevenção? Álvaro Furtado, Médico Infectologista do Hospital de Clínicas de São Paulo, alerta que as medidas de prevenção são as mesmas adotadas no combate à Covid-19. “O uso de máscaras protege contra a Covid-19 e contra Influenza H3N2 e H1N1. Lavar as mãos, evitar aglomerações, manter os ambientes ventilados são medidas indispensáveis", conclui.